logo-black

STYLE SWITCHER

BODY SKIN


LAYOUT STYLE


SEPARATOR HOT

Select and scroll to see the changes
Purchase
×

Por mais que gostem da praticidade oferecida pelas novas tecnologias, os viajantes corporativos sentem falta de um atendimento humanizado em suas reservas. É o que mostra o relatório Digital Business Travellers Research 2019, divulgado pela Travelport.

A pesquisa revela que 57% dos viajantes de negócios estão à procura de um “suporte híbrido” e 40% dos entrevistados no Reino Unido acreditam que as recomendações dos consultores de viagens têm a maior influência em suas decisões de reserva.

Quando se trata de interrupções na viagem, 43% dos viajantes corporativos preferem conversas cara a cara ou telefonemas para resolver as coisas. A aceitação dos serviços de bate-papo também está aumentando, com 32% dos entrevistados afirmando que estão felizes em serem atendidos via whatsapp ou serviço similar.

Porém, esses viajantes continuam recorrendo a serviços digitais, como a pesquisa por voz, com 66% afirmando que a utilizam. Além disso, pouco mais de um terço (34%) revela ter pesquisado e reservado uma viagem inteiramente via smartphone. 53% , por sua vez, procuram acessar serviços de recepção de hotel via smartphone e uma porcentagem similar quer uma chave digital para seu quarto.

“A pesquisa demonstra a necessidade de soluções digitais e off-line combinadas, já que os viajantes estão recorrendo cada vez mais a agentes de viagens quando têm problemas complexos e buscam suporte imediato”, comenta o vice-presidente e diretor administrativo da Travelport para o Norte da Europa, Paul Broughton.

O estudo foi realizado pela Toluna Research for Travelport, com respostas de mais de 8,1 mil viajantes de negócios em 25 países.

Fonte: Panrotas

27 Fevereiro 2019